O que é design de interação e por que sua empresa deveria se preocupar com isso?

Em um mundo movido pela competitividade, é importante estar ligado e aberto à inovações para conseguir um diferencial no mercado e chamar a atenção dos consumidores. O design pode ser um fator estratégico para a sua empresa.

Segundo uma pesquisa feita pela WeDoLogos com empresas de diversos segmentos, 89% disse que estratégias relacionadas ao design tem aumentado seu faturamento. E 80% dessas empresas investem constantemente em design.

Com o mundo ficando cada vez mais digital, é importante investir em design nesse meio. Uma forma de investimento é o design de interação.

Não sabe o que é? Continue lendo e fica por dentro de tudo sobre essa área!

Você já ficou frustrado por não entender funções de um controle remoto ou uma porta que abre de um jeito estranho?

E de entrar em um site sem menus, que não mostre uma barra de buscas clara, que faz você se sentir “perdido”? Ou baixar um aplicativo e não ter ideia por onde começar a mexer nele?

Isso é consequência de um má compreensão de design de interação e por isso ele é tão importante hoje em dia, principalmente no mundo virtual. Com um bom entendimento de design de interação, os produtos da sua empresa ficam com uma ótima usabilidade, arquitetura de informação e com design voltado para o consumidor.

 

Então vamos começar do início,

 

O que é design de interação?

O termo design de interação surgiu há algumas décadas, com a chegada dos primeiros sistemas interativos. Essas interfaces trouxeram novos desafios para os designers da época e então nasceu uma nova área no webdesign.

O design de interação é uma área especializada no projeto de websites, softwares, jogos eletrônicos, assistentes digitais, etc, que auxiliam os seres humanos em suas atividades diárias, seja no trabalho ou em casa.  

De acordo com a Associação Internacional de Design de Interação (IxDA), o design de interação define a estrutura e o comportamento de sistemas interativos. Ou seja, como um produto funciona. Os profissionais da área têm foco no design centrado para usuários, baseado na compreensão de consumidores reais, incluindo objetivos, experiência, tarefas, necessidades e vontades.

São perguntas recorrentes entre designers de interação:

  • O comportamento desse produto é previsível, esperado e utilizável?
  • O usuário conseguirá atingir seu objetivo sem muito esforço?

 

Design de interação vs design de experiência de usuário

Design de interação e design de experiência de usuário (UX) são dois termos comuns na área do design. Os dois tem como objetivo deixar a interação do consumidor com o produto mais suave e natural, mas existem diferenças sutis entre os dois termos.

Por exemplo, o design de experiência de usuário é responsável por todos os aspectos de um sistema ou software voltados para o consumidor, como:

  • publicidade
  • experiência que terá ao procurar o produto na internet
  • opinião do seu ciclo social sobre o produto
  • atendimento na hora da compra

Já o design de interação é focado apenas na interação entre esse consumidor e o seu dispositivo ou computador. Além disso, o designer de experiência de usuário pensa se as pessoas irão querer utilizar o produto ou sistema.

Uma das metáforas mais conhecidas na área é a do guarda chuva. Nela, a experiência do usuário seria um grande guarda chuva sustentado por suas hastes: usabilidade, estratégia de conteúdo, design de interação, entre outras.

 

Características de um bom design de interação

  • Deve conhecer seu público

Designers de interação precisam saber como os seus consumidores irão pensar quando utilizarem seu produto. Existem processos para começar a entender seu público e assim oferecer o melhor design de interação possível. Um exemplo é criar personas baseadas no comportamento dos seus consumidores. Outra forma é criar cenários de interação,que ajudam a entender como essa persona irá agir usando seu produto.

  • Deve ser fácil de mexer

O mínimo esperado de um produto. Se ninguém souber ou ter dificuldade em utilizar seu produto, ninguém vai querer comprar. O designer de interação precisa compreender completamente como uma interface funciona para projetar um sistema compreensível e utilizável.

  • Deve ser fácil de aprender e lembrar

Os usuários não lembram de todas as funções de todos os sistemas e interfaces que já utilizaram. Para seu produto ser agradável, ele deve ser intuitivo e familiar. Para diminuir a complexidade, é preciso criar consistência e previsibilidade. Por exemplo: em um site ou aplicativo algumas imagens abrem na própria página e outras são abertas em outra aba. Isso dificulta o entendimento do usuário e pode irritá-lo.

  • Deve dar orientação/feedback

Sabendo quem é seu usuário, um bom design de interação deve orientar esse consumidor durante sua navegação no site ou aplicativo.

Feedback é um elemento chave para o design de interação. Feedback nesse sentido é “conversa” que seu produto terá que ter com o usuário quando uma tarefa for cumprida ou o que fazer em seguida. Mostrar que algo foi feito corretamente, que algo deu errado ou dicas do que fazer.

É importante também que esse feedback seja rápido, praticamente instantâneo. Um exemplo é a coruja do site hootsuite.com, que adormece quando você fica inativo por um determinado tempo.

 

Bom, agora você já sabe o que é design de interação e porque ela é tão importante para uma empresa que não quer ficar para trás no mundo virtual. Vimos as diferenças sutis entre design de interação e experiência de usuário e também as características dessa área do design!

A Stairs sempre está buscando novidades e tendências para oferecer aos clientes o que há de mais novo na área de design, fazendo com que sua empresa saia com vantagem em relação ao mercado. Por isso, todos os sites criados pela Stairs são produzidos pensando no design de interação e todas as suas funcionalidades.

 

Gostou do conteúdo? Fique à vontade para compartilhar sua dúvida ou dica ou opinião!

No Comments

Leave a reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.